Acolhendo desde 1940

“Fundação Padre Américo Epifânio Pereira é a denominação Jurídica da Instituição Beneficente que o povo passou a chamar de”Asilo Padre Américo”.Este foi construido com recursos este Padre Américo amealhou em vida, em vista da pobreza desamparada. Não se pode avaliar o bem que a Fundação faz, tanto ao povo de Pitangui como aos das proximidades , que a sua porta vem bater.

  • O Padre Américo faleceu em 06 de Março de 1932 e a 04 de dezembro de 1934, o Arcebispo Metropolitano de Belo Horizonte, Dom Antônio dos Santos Cabral aprovou e abençoou o Estatuto da Fundação Padre Américo Epifânio pereira”.
  • Em 1938, o Vigário Padre José Joaquim de Menezes dirigiu a construção predial do estabelecimento.
  • Em 16 de julho de 1939, dia de Nossa Senhora do Carmo, Monsenhor Vicente Soares, visitador Arquidiocesano, em visita canônica a Pitangui, lançou a benção da igreja sobre o Asilo Padre Américo, que, naquele dia, se inaugurava solenemente. A seguir foi celebrada missa campal pelo falecido fundador, com presença de numerosos de devotados a sua grata memória.
  • Em 16 de janeiro de 1940, o Padre Menezes abriu aquelas portas a 16 velhinhas desamparadas e, daí por diante o Asilo Padre Américo não deixou de funcionar, pelas graças de Deus e certamente pela intercessão do Padre Américo Epifânio Pereira.